quarta-feira, 22 de maio de 2013

Meu rico amor


Meu rico amor, você sempre foi triste assim? Angustiado?
Sempre assim, eufórico? Confuso e desesperado?
Com essas cores lindas, mas inquietas?
Você sempre foi essa onda?
Ah, eu sempre te vi tão calmo, tão quieto!
Sempre quis teu riso com dentes pequenos e olhos de lua minguante!
Você sempre foi assim? Eu nunca percebi!
Talvez foi isso!
É! Foi isso! Isso que me fez te devastar com amor, fazendo você amá-lo.

Meu rico amor, o que eu gosto em você é o fato de que você sempre será igual!
Vai ser quase como se não tivesse acontecido.
Meu rico amor, você vai sempre ficar tão bem guardado!
Vai ser sempre bom de lembrar!
Vai ser doce!
Vai ter gosto de vodca com fanta laranja e cigarros que eu não sabia fumar!
Meu rico amor, você vai sempre ser como era!